Seguidores

terça-feira, 1 de abril de 2014

SARAU POESIA É DA HORA - TENDA BARRA FUNDA (março 2014)




"Antes de dar comida a um mendigo, dá-lhe uma vara e ensina-lhe a pescar". (Provérbio Chinês)


Sobre o projeto Poesia é da hora para moradores em situação de rua:

“Tem gente que vai uma só vez e se assusta. Não vem mais! Toma um choque de realidade! Tem gente que vem sempre que pode e soma de verdade com o projeto. Tem gente que tem medo de vir, pois o evento é para morador em situação de rua (a maioria usuários de drogas) e isso assusta, afinal... sair da zona do comodismo pra enxergar outras realidades, realmente é difícil. Tem gente que bate cartão. Os poetas Guilvan Miragaya e Paulo D’áuria são os poetas que mais frequentaram o sarau Poesia é da hora, desde 2012. São pessoas de grande valia! Poetas do povo! 

( Marah Mends, coordenadora do projeto Poesia é da hora), que também tem como objetivo, incentivar a leitura e a produção autoral.





Nova estrutura do Poesia é da hora:

Filmagem: Nicanor Jacinto da Silva.
Som: Henrique José.
Arte: Laila Sena.
Fotos, divulgação, organização e contato: Marah Mends.

O que o projeto Poesia é da hora abrange:

Oficina literária e encadernação artesanal na Tenda Barra Funda (segundas) das 15:00 às 17:00.

Sarau 1 vez por mês intercalando Tenda de convivência Barra Funda e Tenda Prates.

Projeto realizado com o apoio do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura, Programa de Ação Cultural 2013.

Apoio: (Espaço físico)

Associação de Auxílio Mútuo da Região Leste.
Prefeitura de São Paulo (Assistência Social)

Realização: Poesia é da hora.
Contato: poesiaedahora@gmail.com
Proponente: Marah Mends.










Poesia é da hora.

Poesia tá na música batucada na mesa e na panela.
Poesia tá na arte que se esculpe nos muros da cidade.
Poesia tá na peça contracenada, no sorriso inventado.
Na gargalhada do dia. No abraço apertado. 
No olhar de ver... o que poucos veem.
Poesia é foda... poesia é Freud.
Poesia é mano... poesia e brother. 
Poesia é poesia porque não tem fronteiras.
Suas asas são o mundo todo! 
Ser poeta não é uma profissão.
Ser poeta... é uma filosofia de vida.

(by Marah Mends).