Seguidores

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

OFICINA DE VIOLÃO - PROJETO POESIA É DA HORA


Oficina de violão gratuita com professor Henrique.

Ao longo do projeto Poesia é da hora, notamos que os frequentadores, o povo de rua, são atraídos pela música, em especial o instrumento violão. Alguns pedem para participar “musicalmente” dos saraus, mas às vezes não tem noção de como fazer os primeiros acordes ou uma pequena introdução musical. A ideia da oficina é para que os alunos tenham um conhecimento básico de notas, iniciação a percepção e afinação de ouvido. A ideia também apoderá-los para que se sintam motivados a divulgar o conhecimento adquirido na oficina, fazendo apresentações em nossos saraus e em outros saraus que quiserem participar.

Cidade: São Paulo.
Duração do projeto oficina: 11 meses.
Instrumentos: 6
Periodicidade: Semanal (de fevereiro a dezembro 2016, toda quarta-feira das 14h às 16h).
Duração de cada oficina por semana: Duas horas.
Público alvo: Pessoas em situação de rua e público em geral.
Local da oficina: Núcleo Prates (Rua Prates, 1.100, Bom Retiro).
Monitor: Henrique, do Coletivo Poesia é da hora.
Indicação do conteúdo artístico: Música contemporânea em geral, incentivo à produção autoral, aprendizagem dos primeiros acordes do violão.
Ingresso: Todas as atividades serão gratuitas. Classificação livre.
Maiores informações: poesiaedahora@gmail.com
Realização: Coletivo Poesia é da hora.
Apoio: ProAC.

 


BOLETIM POESIA É DA HORA COM ROMEYKA PEREIRA


Todo domingo é dia de...
Boletiiiiiiiiiiiiim Poesia é da hora!

Ouça ae!

www.radiocantareira.org


quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

39ª EDIÇÃO SARAU POESIA É DA HORA


Salve, salve sarauzeiras e sarauzeiros! Bora sarauzar em fevereiro?
Eu sarauzo, tu sarauza, ele sarauza, nós sarauzamos... bora sarauzar!
Sarau com poesia, música, pocket show, homenagem a uma mulher guerreira (porque não se faz homenagem só em março), exposição fotográfica, comemoração dos quatro anos de projeto, leitura de agenda cultural das quebradas e muito mais.

No dia 13/02 sábado às 14h30, o Coletivo Poesia apresentará a 39ª edição do Sarau Poesia é da hora, versão itinerante. Em fevereiro será na Maloca, Brás, onde já somos acostumados a bater cartão. Mas em 2016 vamos dar um rolê por aí, “itinerar” um pouco. Pra quem não conhece, a gente faz sarau com o povo de rua, mesclando artes, trocando conhecimentos e interação social. E é da hora demais! A troca! Pra você que já conhece, anota aí na sua agenda, cola com a gente, soma com a gente, traga poesia, mensagem, protesto, intervenção teatral, guerra e paz. O mic é aberto. Habeas mic, então chega junto!

Local: Av. Alcântara Machado, 888 – Brás – São Paulo.
Horário: Das 14h30 às 16h30.
Contato: poesiaedahora@gmail.com
Blog: http://poesiaedahoramano.blogspot.com.br/
Página Face: Poesia é da hora, mano.


 Atrações do sarau Poesia é da hora:

Pocket Show com a banda Matéria Rima (Diadema):

O Matéria Rima é um grupo nascido da Cultura Hip Hop, mas que ganhou fôlego no berço da Educação. Foi fundado em 2002 pelo artista e MC Joul. Membros: Joul/Sasquat/Nicolas Mc/Dj Meio Kilo. Recentemente em 2015 ganhou na categoria nacional o 11º Prêmio Itaú Unicef, ficando entre os 32 vencedores de um total de 1.947 inscrições. O grupo já tinha vencido a etapa estadual. Desde seu surgimento, o Matéria Rima busca incluir elementos do hip hop nas ferramentas pedagógicas de apoio ao professor. São utilizados rap (ritmo e poesia), grafite (a arte de compor e dimensionar imagens), dança de rua (postura corporal, lateralidade, força da composição do grupo) e discotecagem (DJ, musicalização do ritmo urbano).
Contato da banda: contato.materiarima@gmail.com

Exposição fotográfica com Carol Zinha
Exposição com algumas fotografias selecionadas do nosso último sarau Poesia é da hora (janeiro). PS: Após o término sarau, os convidados que se identificarem com as fotografias, podem levá-las, pois é tudo nosso!

Agenda cultural (Divulgação verbal dos saraus de outros coletivos, eventos gratuitos, exposições, mostras diversas, etc).
Durante o sarau, será feita uma leitura dos eventos diversos que acontecem na cidade. A responsável por transmitir essas informações para o público será a poeta Ana Paula (Mauá), que também apresentará o sarau ao lado de Marah Mends. Ana Paula é autora do livro de poemas: Súplica de um
servo.


Troféu “Mina da hora”, apresentação Carol Zinha.
Não, não é nenhum concurso de beleza. Esse momento será uma homenagem simbólica (entrega de troféu e leitura da biografia) a uma mulher guerreira que a beleza maior é o seu talento, o exemplo, sua luta e resistência. Quem é essa mulher? Surpreeeeeeeesa! Lembrando que a cada cinco minutos uma mulher é agredida no Brasil e o sarau Poesia é da hora, em cada edição (fevereiro a dezembro 2016), irá homenagear uma guerreira. Pode ser uma dona de casa, uma ativista, uma poeta, uma escritora, uma mulher em situação de rua, uma artista, uma estudante, enfim, a missão em escolher essa mulher estará nas mãos de Carol Zinha.

Artesanatos com Otávio Alexandre e Cristina Lázaro.

Poemas de Robson Pereira e muito mais!

Organização e produção: Coletivo Poesia é da hora.
Apresentação do sarau: Marah Mends e Ana Paula.
Filmagem: Nicanor Jacinto.
Som: Henrique José.
Apoios: CATSO (Coletivo Autônomo dos Trabalhadores Sociais)
Proac-Saraus.




quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

DICA DE LIVRO DA HORA:


Primeira leitura de 2016
"Nelson Mandela. Longa caminhada até a liberdade.
Título original: Long Walk to freedom.
Autobiografia.
Ed. Nossa Cultura.
4ª edição.
776 páginas.
Tradução: Paulo Roberto Maciel Santos.


"Há pouca coisa favorável que possa ser dito a respeito da pobreza, mas é frequentemente uma incubadora de amizades verdadeiras. Muitas pessoas vão querer ser seus amigos quando você é rico, mas poucos e preciosos farão o mesmo quando você é pobre. Se a riqueza é um imã a pobreza é uma espécie de repelente. No entanto, a pobreza frequentemente desperta a verdadeira generosidade nos outros"

Nelson Mandela - autobiografia - pág 96.






domingo, 10 de janeiro de 2016

38ª EDIÇÃO SARAU POESIA É DA HORA


Nosso primeiro sarau de 2016 saiu! E foi da hora!
Música, poesia e o brilho da criançada da maloca. Assim foi a 38ª edição do sarau Poesia é da hora na Alcântara Machado, Brás, que contou com a presença e atenção do povo de rua, dos espectadores, dos cachorros, dos poetas e dos músicos!
Tivemos o lançamento da nossa mana Ana Paula Costa Silva, seu primeiro livro: Súplica de um servo.
O Otavio Alexandre Alexandre vendendo sua arte e a Cristina Lazaro os cones de chocolate e tudo devidamente registrado nas lentes de Nicanor Jacinto, Web TV Artmulti Cultural.
Esse sarau foi dedicado ao bebê indígena: Vítor, que foi brutalmente assassinado em 30/12/15. Nosso sentimento! Nossa palavra! Nosso respeito! Amém!
Gratidão:
Coletivo Poesia é da hora
Tv Art Mult
Nicanor Jacinto da Silva Henrique José
Ana Paula Costa Silva e filhos
Otavio Alexandre Alexandre
Cristina Lazaro
Kaka Silva
Amanda, Nicole, Nicolas e as outras crianças.
Povo de rua
Jorge Esteves Esteves
Paulo, Alex, Bin Laden, Jonathas.
Carolina Catarina Marcus Gonzalez Maria Rosa e família. Guilvan Miragaya Pereira Robsonpinto e esposa. Mayara Silva de Souza Jaime José Teixeira Queiroga Ana Carla Petti Israel Francisco Santos