Seguidores

domingo, 3 de janeiro de 2016

PRIMEIRO TEXTO DE 2016 DE MARAH MENDS


Há poesia ao seu redor? Consegue percebê-la? Senti-la? Se consegue, como consegue? Se não consegue, por que não consegue?

Ao observar por alguns segundos um prédio histórico, o que vê? Uma mera construção aparentemente sem graça e em ruínas ou que aquele pedaço de concreto, barro, pau ou ferro podem contar a história de uma época?

Sentir a poesia indiretamente, também é deixar aguçar a percepção! Sentir a poesia também é fazer uma análise mental de alguém ou de alguma situação adversa ou propícia. Poesia também é interpretação, cada qual conforme a mala cultural que adquiriu ao longo dos anos. Poesia é treinar o olhar. É permitir-se enxergar além e viajar nas asas do mundo estratosférico da imaginação.

Marah Mends.